POLÍTICA INTEGRADA DA VIDA ESTUDANTIL NA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

 

DA DEFINIÇÃO

 

Possui como proposta a busca da otimização do tempo e da qualidade no atendimento das demandas apresentadas pela comunidade discente, levando em consideração a diversidade do corpo estudantil, bem como o acompanhamento e o apoio aos estudantes. Em seu escopo são consideradas as necessidades e as peculiaridades de cada sujeito individual, em vista da superação das suas limitações e da valorização e potencialização das suas habilidades, com foco no protagonismo do sujeito no aprendizado construtivo, em consonância com a missão da Universidade de Brasília em “ser uma instituição inovadora, comprometida com a excelência acadêmica, científica e tecnológica, formando cidadãos conscientes do seu papel transformador na sociedade, respeitada a ética e a valorização de identidade e culturas com responsabilidade social”.

 

Tem como eixos norteadores:

 

1) Identificação: definição dos perfis que compõem a comunidade discente;

2) Acolhimento: iniciação da vida acadêmica dos estudantes e integração destes à Universidade;

3) Comunicação: divulgação e esclarecimento de informações relevantes para a apropriação da política da vida estudantil por toda a comunidade universitária;

4) Assistência: apoio ao estudante em suas necessidades a fim de promover sua permanência e sucesso na trajetória acadêmica;

5) Acompanhamento/orientação: conjunto de ações voltadas à instrução dos discentes quanto à sua inserção na vida estudantil e supervisão de seu desenvolvimento acadêmico.

 

DA FINALIDADE

 

Fomentar o desenvolvimento de projetos propostos pelas Unidades Acadêmicas que contemplem a Política Integrada da Vida Estudantil de Brasília:

A Política apresenta como objetivos:

Induzir ações integradas no âmbito das Unidades Acadêmicas, vinculadas à Política Integrada da Vida Estudantil da Universidade de Brasília;

Estimular ações focadas na permanência dos estudantes na Universidade e em sua consequente diplomação.

 

PRESTAÇÃO DE CONTAS

 

A prestação de Contas deverá ser realizada pelo coordenador do projeto, através do preenchimento dos Formulários de Acompanhamento e Avaliação da Política Integrada da Vida Estudantil; anexados ao mesmo processo SEI em que foi enviada a proposta inicial, e encaminhadas para o ambiente SEI: DEG/DAIA/SAMT, observando os prazos previstos no cronograma de atividades do edital vigente. Veja aqui os editais.

 

EMISSÃO DE DECLARAÇÕES DE ATUAÇÃO

 

Após o término do projeto e do recebimento de sua devida prestação de contas, os discentes e coordenadores farão jus ao recebimento de uma declaração de atuação no projeto encaminhado. As solicitações de emissão de declarações de atuação podem ser realizadas pelo coordenador do projeto via SEI, encaminhadas para o ambiente DEG/DAIA/SAMT. No texto da solicitação devem constar as seguintes informações:

1- Número do edital a que se refere o projeto;

2- Título do projeto;

3- Identificação do proponente/coordenador do projeto;

4- Nome completo, matrícula e CPF do tutor;

O Serviço de Acompanhamento de Monitoria e Tutoria reserva o direito de solicitar informações complementares, caso julgue necessário. O prazo para emissão das declarações é de até quinze dias uteis após o recebimento do processo na unidade. Os documentos serão encaminhados em formato digital via SEI, anexos ao processo de solicitação.

 

FORMULÁRIOS

 

Formulários para a Política Integrada da Vida Estudantil

Formulário Relatório Final (Docentes)